Pontos turísticos da Argentina

A Argentina é um país muito visitado pelos brasileiros, isso porque aparecem muitas promoções para a Argentina e também porque é relativamente fácil ir para lá, já que não é necessário passaporte ou visto.

A Argentina pode até atrair os turistas brasileiros por causa da facilidade e por ser mais barato do que algumas viagens para o Brasil. Mas uma coisa é certa, quem vai conhecer nosso país vizinho certamente fica apaixonado pelos pontos turísticos da Argentina.

 pontos turísticos da argentina

Pontos turísticos da Argentina

Com paisagens belíssimas e variadas, indo desde montanhas nevadas até extensas plantações de uva, a Argentina atrai turistas com todos os gostos e bolsos. Aqui vamos falar um pouco dos principais pontos turísticos da Argentina para você se apaixonar também.

Principais pontos turísticos da Argentina

Cerro Catedral

Um dos primeiros pensamentos de quem vai para a Argentina no inverno é esquiar e mesmo quem não vai para a Argentina para esquiar, pensa em colocar Bariloche no roteiro. E não tem lugar melhor para esquiar na Argentina do que no Cerro Catedral.

O Cerro Catedral é o maior complexo de esqui na América do Sul e por isso é um dos principais pontos turísticos da Argentina. Ele é interessante até mesmo para quem não pensa em esquiar. O Cerro é rodeado por bosques e pelo lago, tendo uma bela vista.

 cerro catedral

Cerro Catedral. Crédito: Wernerluis, via Wikimedia Commons

Além do esqui, no Cerro Catedral tem diversas outras atividades, você pode conferir quais são e os valores clicando aqui.

Glaciar Perito Moreno

Situado mais ao sul da Argentina, o Glaciar Perito Moreno é um dos principais cartões postais do país e certamente um dos principais pontos turísticos da Argentina.
O glaciar é uma enorme parede de gelo com 60 metros de altura e fica no Parque Nacional los Glaciares.
O parque é muito organizado, com passarelas que chegam bem próximo do glaciar e você pode também contratar um passeio de barco para chegar mais perto ainda do Glaciar Perito Moreno.

Existem também passeios para fazer trekking sobre o glaciar, para saber mais informações sobre o trekking visita a página do Hielo y Aventura, única forma empresa autorizada para fazer esse trekking.

 glaciar perito moreno

Glaciar Perito Moreno

A cidade mais próxima do glaciar é El Calafate e é possível chegar lá em um voo direto partindo de Buenos Aires. As estradas são boas, então é possível ir de ônibus ou carro, mas tenha em mente que essa cidade fica bem ao sul da Argentina, então é bem longe.

Monte Fitz Roy

Esse é um dos pontos turísticos da Argentina para quem gosta mais de aventuras, já que só é possível chegar na montanha por trekking.
A trilha para chegar no Fitz Roy é de 25 km com muitos altos e baixos, sendo bem cansativa. Mas se você tiver preparo, pode ter certeza que não vai se arrepender de ir, esse é um dos lugares mais bonitos da Argentina.

 monte fitz roy

Monte Fitz Roy

A cidade mais próxima da montanha é El Chaltén e para chegar nela tem que ir antes para El Calafate e de lá pegar um ônibus para El Chaltén. A passagem custa em torno de AR$450,00 e a viagem dura em média três horas. Você pode comprar a sua passagem antecipadamente pelo site da Plataforma 10.

La Boca

O bairro mais colorido de Buenos Aires e talvez o mais simpático também, La Boca atrai muitos turistas que visitam a capital argentina. O bairro é repleto de casinhas coloridas, muitos souvenires e muitos barzinhos para comer um petisco enquanto toma uma Quilmes.
O principal atrativo do bairro é El Caminito, na verdade é nessa rua que tem toda a parte turística e lá também é possível tirar aquelas fotos fazendo pose como se estivesse dançando tango.

 el caminito

El Caminito

O bairro é meio perigoso, por isso é bom evitar uma visita à noite e não saia da rota turística dele. Além disso, por não ter atrativos além do El Caminito e do estádio de futebol Boca Juniors e por ser perigoso, não é recomendado se hospedar nele.

Aconcágua

Na fronteira com o Chile, o monte Aconcágua é a montanha fora da Ásia mais famosa do mundo e é o ponto mais alto das Américas. A montanha fica no Parque Provincial Aconcagua, em Mendoza, na região norte da Argentina.

É possível fazer um trekking para chegar no cume do Aconcágua, porém por mais que esse não seja um trekking que necessita muito preparo técnico, a altitude pode fazer com que muitos se sintam mal na subida.

Se você quiser explorar a região, mas sem fazer um trekking até o cume, pode fazer um trekking de 2 km até a Laguna Horcones, da onde se tem uma vista privilegiada do monte.

aconcagua

Aconcágua

Para mais informações acesse o site oficial do parque.

Canal Beagle

O Canal Beagle está localizado no extremo sul da Argentina e tem o farol que é um dos principais cartões postais da patagônia argentina, sendo um dos principais pontos turísticos da Argentina.

Para conhecer o canal você deve ir até a cidade Ushuaia, também conhecida como o fim do mundo e contratar um dos passeios de barco.

Você pode chegar em Ushuaia de ônibus, carro ou avião. A estrada que liga Ushuaia com o resto da
Argentina passa pelo Chile, então se você for com carro alugado é importante ter permissão para atravessar a fronteira.

Na verdade, dá para ver o canal da cidade, porém o ideal é fazer o passeio de barco. Com ele além de passar pelo farol, você vai poder conhecer outras ilhas, como dos Pássaros, Alicia, Bridges e Redonda e no caminho vai poder ver vários animais da região, como lobos marinhos, pinguins e aves marinhas. Da Ilha Bridges é possível ver a união do oceano Pacífico e Atlântico.

 ilha bridges

Ilha Bridges

Você pode contratar o passeio na cidade ou diretamente no porto e saem barcos de manhã e à tarde. Mesmo que o dia pareça quente, é importante levar roupas de frio e para proteger a boca e os ouvidos, isso porque no canal e, principalmente, na Ilha Bridges venta muito. Além disso, o tempo em Ushuaia pode mudar de uma hora para a outra.


Pontos turísticos de Barbados

As águas cristalinas e os pontos turísticos de Barbados impressionam qualquer um e por isso esse é um destino bastante procurado por quem vai para o Caribe. O turismo em Barbados desde que a Gol começou a realizar voos diretos para lá, mas esse ainda não é um dos lugares mais procurados pelos brasileiros que vão para o Caribe.

 pontos turísticos de barbados

Pontos turísticos de Barbados.

Aqui vamos falar de alguns dos pontos turísticos de Barbados, mas já vale saber que a ilha é pequena e com apenas uma semana já é possível conhecer o país.

Pontos turísticos de Barbados

Miami Beach

Também conhecida como Enterprise Beach, a Miami Beach de Barbados não tem nada a ver com a Miami Beach localizada na Flórida. A versão caribenha é composta pela água cristalina e uma natureza exuberante, bem diferente da praia da Flórida que é cheia de prédios.

 pontos turísticos de caldas novas

Miami Beach

O mar tem várias tonalidades, em alguns pontos é verde, em outros é azul. Mas independente da cor, o mar deixa qualquer um babando. Não é à toa que essa é considerada uma das praias mais bonitas de Barbados.

St. Nicholas Abbey

Que tal tomar um bom rum enquanto aprende um pouco sobre a história de Barbados?! Para fazer isso basta fazer um tour pela St. Nicholas Abbey, uma mansão com arquitetura colonial que funciona como uma destilaria.

 St Nicholas Abbey

St. Nicholas Abbey. Crédito: Travel Junction, via Flickr

A destilaria é um dos principais pontos turísticos de Barbados e está localizada na região de St. Peter. O local está aberto de domingo a sexta-feira, das 10h às 15h30. O valor da entrada para adultos é $ 40 e para crianças de 5 a 11 anos é $ 20.

Para mais informações, dê uma olhada no site oficial.

Harrison’s Cave

Barbados pode ser conhecido pelas praias, mas também tem cavernas, como a Harrinson’s Cave. O passeio pela caverna pode ser feito de trem ou a pé. O local é de primeiro mundo e tem até elevador panorâmico.

O passeio começa pelo museu para em seguida ir para as cavernas. Se você for de trem, terão algumas paradas pelo caminho para tirar fotos, mas não é permitido tocar em nada. Todo esse tour de trem leva cerca de 1 hora.

 harrison cave

Harrison’s Cave

Existem valores diferente para cada tipo de passeio, indo de US$30,30 dólares até US$101,01. Confira todos os valores aqui. O horário do tour varia de acordo com o tour desejado.

Flower Forest

Lugar calmo e ótimo para quem quer relaxar, o Flower Forest, juntamente com as praias, é um dos mais bonitos pontos turísticos de Barbados. São mais de 50 hectares de palmeiras, matas e, claro, muitas flores.

 flower forest

Flower Forest. Crédito: Traveling Otter, via Flickr

O Flower Forest fica na região de St. Joseph e pode ser visitado todos os dias das 8h às 16h. A entrada custa US$15,00 ou $30,00 para adultos e de 4 a 12 anos paga meia. Menores de 4 anos tem entrada gratuita.
Para mais informações, entre no site oficial do Flower Forest

Animal Flower Cave

Mais uma incrível caverna de Barbados, a Animal Flower Cave foi esculpida pelo mar e ao andar pela caverna é possível escutar as ondas batendo nas paredes das cavernas, tornando tudo mais especial ainda.

 animal flower cave

Animal Flower Cave. Crédito: Jerrye And Roy Klotz MD , via Wikimedia Commons

No final da caverna tem uma piscina natural onde é possível dar um bom mergulho. Todo o passeio pela caverna é guiado e no final é possível ir até a parte superior da caverna. Essa parte superior é um grande cliff, onde as ondas quebram de forma violenta.

A entrada, que tem direito ao tour, custa em torno de $20,00.

Bottom Bay

Localizada na região de St. Philip, essa é uma das praias mais bonitas da ilha e também um dos principais pontos turísticos de Barbados. O local é bem selvagem e isolado, então não tem estruturas de bares e quiosques.

 bottom bay

Bottom Bay Crédito: Johnmartindavies, via Wikimedia Commons

Na praia tem falésias, coqueiros e até mesmo uma mini caverna. O mar de Bottom Bay é mais agitado e por isso o banho não é recomendado. O acesso é feito somente por carro e de preferência com um carro alugado.

Andromeda Botanic Gardens

O Andromeda Botanic Gardens é mais um dos lindos jardins de Barbados e está localizado na região de Bathsheba. Esse jardim possui 6 hectares e também é um local tranquilo e ótimo para relaxar.

 andromeda botanical gardens

Andromeda Botanical Gardens. Crédito: Postdlf, via Wikimedia Commons

O Andromeda Botanic Gardens está aberto todos os dias das 9h às 16h30, sendo que esse é o horário da última entrada, mas você pode ficar pelo tempo que quiser. A entrada para adultos é $30,00 e crianças tem entrada gratuita.

No site oficial do jardim você pode encontrar mais informações.

Morgan Lewis Sugar Mill

O moinho em si não possui grandes atrativos turísticos, sendo apenas para tirar algumas fotos. Porém ele entra na lista dos principais pontos turísticos de Barbados por causa da estrada que vai até ele.

 Morgan lewis sugar mill

Morgan Lewis Sugar Mill. Crédito: Oakley Originals, via Flickr

Localizado na região de St. Andrew Parish, para chegar no Morgan Lewis Sugar Mill você deve atravessar a costa leste do estado e como a estrada é à beira mar, com certeza tem excelentes paisagens.

Barbados Museum & Historical Society

Localizado na capital de Barbados, Bridgtown, o Barbados Museum & Historical Society é um excelente lugar para conhecer bem a história da ilha. O museu foi construído para ser uma prisão e em 1933 foi transformado em museu.

O Barbados Museum & Historical Society conta com algumas exposições fixas, como a Galeria Militar e também oferece alguns eventos. Para conferir os próximos eventos do museu, clique aqui.

O museu está aberto diariamente nos seguintes horários:
Segunda a sábado das 9h às 17h
Domingo das 14h às 18h

A entrada para adultos custa $20,00 e $10,00 para menores de 12 anos.

E aí, curtiu os pontos turísticos de Barbados?! Conta para a gente!


Pontos turísticos da Jamaica

Localizados na América Central, os pontos turísticos da Jamaica envolvem principalmente belíssimas praias, mas lá também tem lugares históricos como pontos turísticos.

A Jamaica fica a 2 horas de Miami e é considerada a pérola do Caribe. Além disso, o país é muito conhecido por causa do reggae e pelo Bob Marley. Mas mesmo parecendo ter um astral mais roots, não se engane: na Jamaica é possível encontrar muitos resorts de luxo.

 pontos turísticos da jamaica

Pontos Turísticos da Jamaica

Aqui separamos os principais pontos turísticos da Jamaica, vamos ver quais são?!

Pontos turísticos da Jamaica

Ocho Rios

Ocho Rios é uma cidade pequena e tranquila, que possui alguns dos principais pontos turísticos da Jamaica. A cidade fica na região norte da Jamaica e está na rota de alguns cruzeiros que passam pela ilha.

Os principais pontos turísticos de Ocho Rios incluem:

Dunn’s River Falls

Imagina entrar em uma cachoeira que desemboca no mar?! É isso mesmo, não é apenas um encontro do rio com o mar, é uma cachoeira que tem o seu final no mar. A cachoeira tem 183 metros de extensão e para ir até o topo dela é preciso escalar a cachoeira.

 dunns river falls

Dunn’s River Falls. Crédito: Jean-Marc Astesana, via Flickr


A cachoeira fica aberta das 8h30 às 16h, porém o melhor horário para ir lá é na parte da tarde, já que os cruzeiros atracam na cidade e a maior parte dos turistas correm logo para a cachoeira. A entrada custa em torno de 20 dólares mais a gorjeta do guia. É necessário ir com um sapato adequado.

James Bond Beach

Essa praia é para os fãs de 007, já que foi aqui que 007 Contra o Satânico Dr. No foi filmado. Fora isso, não é uma praia que tenha grandes atrativos, afinal praia bonita é o que não falta pela Jamaica.

A praia é particular e a entrada custa mais ou menos 5 dólares por pessoa, tem estacionamento, campo de futebol e um restaurante.

Island Gully Falls

Também conhecido como Blue Hole, essa cachoeira é basicamente isso, um poço com uma água azul cristalina. É possível pular dentro do poço, deixando o passeio bem mais interessante. Para melhorar: como esse não é um dos mais conhecidos pontos turísticos da Jamaica e por isso não costuma ficar tão cheio.

A cachoeira fica a 10 kms do centro de Ocho Rios e a entrada custa cerca de 10 dólares. Também é interessante levar sapatos apropriados para essa cachoeira.

Nine Mile

Não tem como ir na Jamaica e não ir conhecer o local onde Bob Marley passou a sua infância e está enterrado hoje. E é no vilarejo Nine Mile que está essa casa e é possível chegar no vilarejo saindo de Ocho Rios dirigindo por 1 hora ou com algum passeio turístico.

 nine mile

Mausoléu do Bob Marley. Crédito: David e Waldron, via Flickr


Clicando aqui é possível fazer a reserva de um tour para o vilarejo. A vantagem de ir com um guia turístico é conhecer melhor sobre a história do lugar e da vida do Bob Marley.

Caso queira ir por conta própria, o local fica aberto das 8h às 17h30.

Montego Bay

Montego Bay é outra cidade que abriga diversos pontos turísticos da Jamaica e também é uma das cidades mais conhecidas da ilha. Montego Bay é uma cidade bem mais estruturada do que Ochi Rios, mas por não ser tão central quanto a anterior, nem sempre é a melhor opção para servir de base para conhecer a ilha.

De Montego Bay você pode pegar excursões para vários lugares, inclusive para o Nine Mile, mas a região também conta com vários lugares interessantes para se conhecer, como os locais abaixo:

Aquasol Beach Park

Nesse parque fica a praia Walter Fletcher, uma das praias mais conhecidas da Jamaica. E não é à toa que ela é uma das mais conhecidas, a água da Walter Fletcher é azul cristalina. Além disso, o parque conta com diversas atrações, como corridas de kart, esportes aquáticos, dentre outras. Ou seja, esse é um passeio bom para adultos e também para as crianças.

O parque tem atrações, com música ao vivo à noite, e também é muito bem estruturado, com duchas, vestiários, armários e restaurantes.

Doctor´s Cave Bay

Mais uma praia incrível da Jamaica, a Doctor´s Cave Bay também é uma praia privada e a entrada custa em torno de 6 dólares. O local também atrai os turistas pela culinária, no bar e restaurante da praia tem diversos tipos de pratos e drinks que agradam todos.

 doctors cave beach

Doctor’s Cave Beach


A praia abre todos os dias das 8h30 às 18h30 e lá é possível alugar cadeiras de praia e sombrinha.

Kingston

Kingston é a capital do país e aqui você vai poder conhecer os principais pontos turísticos da Jamaica que não incluem praia, com muitos locais históricos e muita cultura. Vamos ver os principais?!

Fort Charles

O Fort Charles foi o primeiro forte a ser construído em Port Royal e isso aconteceu por volta de 1650. Esse é um dos principais pontos turísticos da Jamaica localizado na capital da ilha e possui muita coisa interessante para ser vista.

Ao contrário do que acontece nas outras cidades, em Kingston o porto foi construído primeiro e depois a cidade foi construída em torno do porto. Kingston foi conhecida por muitos anos como a cidade da depravação.

O Fort Charles abre todos os dias, das 9h às 16h45, exceto na sexta-feira santa e no Natal. É cobrada uma taxa de entrada.

Devon House

Se você curte história e arquitetura, você não pode deixar de conhecer a Devon House. Essa foi a casa do primeiro negro milionário que morou na Jamaica e possui diversos móveis refinados e também antiguidades inglesas, francesas e do Caribe.

 devon house

Devon House. Crédito: KatieThebeau, via Flickr


A propriedade ocupa 4,5 hectares e é possível fazer compras na Devon House. Além de poder experimentar o famoso sorvete no pátio da mansão (aliás, você pode escolher entre 30 sabores de frutas da ilha) ou fazer um jantar ou almoço no terraço com vista para o jardim.

E aí, curtiu os pontos turísticos da Jamaica?!


Pontos turísticos do Deserto do Atacama

O Deserto do Atacama é um dos lugares mais procurados pelos brasileiros que viajam pela América do Sul. E quem nunca foi, certamente tem vontade de ir um dia. Isso porque os pontos turísticos do Deserto do Atacama encantam qualquer um.

Os passeios do Deserto do Atacama envolvem paisagens belíssimas, mas é bom preparar o bolso. Todos têm que ser feitos por agência (ou em alguns casos podem ser feitos com um carro alugado) e como o Chile não é um país tão barato, essa viagem costuma ficar um pouco acima da média de uma viagem pela América do Sul.

 pontos turísticos do deserto do atacama

Pontos turísticos do Deserto do Atacama


Antes de falar sobre os passeios vou dar uma dica: tente contratar todos os passeios pela mesma agência, assim fica mais fácil ganhar um desconto. Veja também o roteiro de cada passeio, eles podem variar de agência para agência.

Os passeios costumam ser de meio dia, então é possível conciliar mais de um no mesmo dia, porém essa rotina pode ser um pouco puxada. Então, o melhor é avaliar de acordo com a sua disposição e também com o seu bolso.

Vamos ver então quais são os principais pontos turísticos do Deserto do Atacama?!

Pontos turísticos do Deserto do Atacama

Lagunas Altiplânicas

Esse certamente é um dos passeios mais famosos do Deserto do Atacama e por isso é quase uma obrigação para qualquer viajante que passe pelo deserto. Nesse passeio você verá duas belíssimas lagunas: Miscanti e Miñiques.

 lagunas altiplânicas

Lagunas Altiplânicas


As lagunas ficam a mais de 4 mil metros de altitude e por causa do mal de altitude, que pode afetar algumas pessoas, o ideal é que esse seja um dos últimos passeios do Deserto do Atacama, fazendo uma aclimatação antes.

O passeio também inclui uma visita do Salar do Atacama e no vilarejo Toconao, esse segundo é uma vila bem simples, mas que tem muita importância para a região. Quanto ao Salar do Atacama, o deserto de sal do Atacama, tem a Laguna Chaxa, onde os flamingos roubam toda a cena.

Tour astronômico

Poucas pessoas sabem ou conhecem, mas é possível fazer um tour astronômico com a empresa Space Obs e com a empresa Alarkapin. Nesse tour é possível ver as estrelas à céu aberto e também pelos telescópios deles.

Para você ter uma noção do céu do Atacama, é lá que tem uma sede do projeto ALMA, projeto voltado para estudos astronômicos. O céu do Deserto do Atacama foi considerado como base do projeto por causa da altitude do deserto e também por causa da distância das luzes da cidade, fazendo dele um dos céus mais bonitos do mundo.

 tour astronômico atacama

Céu do Deserto do Atacama. Crédito: ESO/Y. Beletsky, via Wikimedia Commons


No tour feito pela Space Obs, você também vai aprender o básico sobre astronomia, aprendendo sobre as estrelas, constelações, planetas e outras curiosidades. Ao final do tour, você será convidado para tomar uma xícara de chocolate quente enquanto pode tirar suas dúvidas com o guia.

Geiser del Tatio

Assim como as Lagunas Altiplânicas, o Geiser del Tatio também é um dos principais pontos turísticos do Deserto do Atacama. Geiser é uma espécie de formação vulcânica e das fendas é expelida água. Os gêiseres de Tatio são considerados o terceiro maior campo de gêiseres do mundo e com certeza valem uma visita.

Geiser del Tatio

Geiser del Tatio


A água que sai do Geiser del Tatio é muito quente e ao entrar em contato com o ar muito gelado, forma vapor. Então você já deve ter imaginado que esse passeio sai cedinho não é mesmo?! Então, para evitar que o sol esteja forte demais e como os gêiseres ficam a 200 km de distância, as agências costumam iniciar o passeio às 4 da manhã.

Valle de La Luna e Valle de La Muerte

O Valle de La Luna e o Valle de La Muerte são formações rochosas compostas por paredões de sal e dunas gigantescas. E assim como o passeio pelas lagunas, esse também um passeio muito concorrido por quem vai para o Deserto do Atacama.

Porém diferentemente do passeio nas lagunas, que são passeios mais planos, aqui você vai passar por cânions, cordilheiras e cavernas. O passeio costuma começar às 16 horas por dois motivos, o primeiro deles é o calor. É possível chegar à 40 °C no deserto e o clima seco e a altitude não ajudam em nada na sensação de mal-estar.

 pedra do coiote valle da luna

Pedra do Coiote no Valle de La Luna


O segundo motivo é o pôr-do-sol. O pôr-do-sol no Deserto do Atacama é incrível e você irá assistir o sol se pondo em um dos pontos mais altos do Valle de La Muerte e a imensidão do deserto deixa ele mais incrível ainda.

Salar de Tara

Considerado um dos mais bonitos pontos turísticos do Deserto do Atacama ou até mesmo o lugar mais bonito do deserto, o Salar de Tara encanta a todos que fazem um passeio por lá.

Porém, por ser longe, não são todas as agências que fazem um tour até o Salar de Tara. Além disso, muitas tentam convencer o turista a não fazer esse passeio, dizendo que não vale (uma grande mentira). Então se você quiser fazer, tem que ser firme na hora de reservar.

O Salar de Tara está a 4800 metros de altitude, por isso ele só deve ser feito depois que você estiver acostumado com a altitude. Esse e o passeio pelas Lagunas Altiplânicas devem ser os últimos passeios pelo Deserto do Atacama.

 salar de tara

Salar de Tara. Crédito: Diego Delso, via Wikimedia Commons

Esse é um passeio de um dia inteiro e não é possível ir com um carro alugado, somente com agência. Lá não existem placas de sinalização, os telefones não têm comunicação, não existem muitos carros circulando para pedir informação e com o vento as trilhas podem acabar sendo cobertas. São 100 km de asfalto e 40 km de estrada de terra até chegar no Salar de Tara.

Laguna Cejar e Laguna Tebinquinche

A Laguna Cejar é uma lagoa composta por 40% de sal, mais salgada do que o Mar Morto. E qual é o resultado de tanto sal assim?! Isso mesmo, não tem como afundar em uma lagoa dessas, mas também tem que se lembrar que tanto sal assim pode fazer os olhos arderem, então deixe a cabeça sempre fora da água.

Uma experiência dessas certamente tem que estar no seu roteiro pelo Deserto do Atacama. Mas o ideal é fazer esse passeio no verão, pois como a água é gelada, acaba sendo um passeio refrescante pelo deserto.

 laguna cejar

Laguna Cejar. Crédito: Carlos Verla, via Flickr


Perto do lago tem banheiros, vestiários e é possível tomar um banho (sem sal). Então leve suas roupas par se trocar e tomar um banho ao final do passeio, afinal o sal pode deixar as pessoas coçando depois que elas estão secas.

E aí, curtiu os pontos turísticos do Deserto do Atacama?!


Pontos turísticos de Marrocos

O Marrocos é um país que atrai muitas pessoas e os pontos turísticos de Marrocos vão desde a agitada e colorida Marrakesh até os passeios de camelo pelo deserto, encantando a todos.

Marrocos serve como porta de entrada para o norte da África, é um dos principais destinos turísticos no continente e fica bem perto da Espanha, o que acaba atraindo muitas pessoas que vão viajar pelo país ou para a Europa.

 pontos turísticos de marrocos

Pontos turísticos de Marrocos


Vamos ver agora quais são os principais pontos turísticos de Marrocos?!

Pontos turísticos de Marrocos

Marrakesh

Marrakesh abriga boa parte dos pontos turísticos de Marrocos, mas ela por si só pode ser considerada um deles. Marrakesh é uma cidade vibrante, exótica e cheia de cultura. Andar pelas ruas da cidade, comendo as comidas típicas e admirando as cores vibrantes é um passeio e tanto.

Por seu clima seco e por causa do calor, é bom evitar os meses entre junho a agosto. Nessa época é complicado circular pelos locais abertos e se você se sente mal com temperaturas muito altas, é bem capaz que passe mal por lá nessa época.

Mesquita Hassan II

A Mesquita Hassan II é uma das maiores mesquitas do mundo e um dos principais cartões postais de Casablanca e claro um dos principais pontos turísticos de Marrocos. Mesmo que ela não seja a maior mesquita do mundo, o seu minarete é. Minarete é uma torre alta para anunciar as 5 orações diárias.

Essa é uma das poucas mesquitas do mundo que pode ser visitada por não-mulçumanos, mas a visita só pode ser feita com guia. A entrada custa em torno de 120 dirhams, incluindo um guia e pode visitar o interior, exterior e os hammams.

 mesquita hassan ii

Mesquita Hassan II


Em Casablanca não tem muito o que se fazer, mas esse certamente é um passeio imperdível. A mesquita não impressiona só pela sua arquitetura, mas fazendo a visita você pode aprender um pouco mais sobre a religião Islâmica.

Cordilheira dos Atlas

A cordilheira dos Atlas, que possui aproximadamente 2.400 km de extensão, começa na costa de Marrocos, se estende pela Argélia e termina na Tunísia. E é perto de Marrakesh que estão os picos mais altos da cordilheira, pedaço chamado High Atlas.

O que você não podia esperar é que em Marrocos também é possível esquiar. Isso porque o pico mais alto da cordilheira tem aproximadamente 4.000 metros, formando neve no inverno. A estação de esqui Oukaïmeden é a principal de Marrocos, fica perto de Marrakesh e ocupa uma área de mais ou menos 300 hectares. E melhor: é muito mais barato do que as estações da Europa.

 cordilheira dos atlas

Cordilheira dos Atlas


Mesmo que você não queira esquiar ou se for fora da temporada de inverno é interessante fazer um passeio pelas cordilheiras. As montanhas são belíssimas e você vai poder ver de perto o povo berbers, povo muito simpático e afável que vive pelas montanhas.

Gargantas de Todra e Dades

Essas são duas gargantas que ficam próximas de Merzouga (560 km de Marrakesh). São duas imponentes gargantas rodeadas por vales, rios, cursos de água e estradas ladeadas por palmeiras.

Como é uma estrada um pouco complicada, passando por montanhas e curvas sinuosas e não é tão perto assim, o ideal é passar uns 2 ou 3 dias na região. Aproveite esse tempo para fazer umas trilhas e explorar um pouco também.

 todra

Garganta de Todra


Além da natureza, é interessante passar pelos vilarejos e ver toda a história que o local guarda. Era em Merzouga, entrada do Saara que acontecia a maior parte do mercado negro do norte da África.

Jardim Majorelle

Um exuberante jardim botânico no centro de Marrakesh, o Jardim Majorellle é considerado quase um oásis. Esse local é um verdadeiro refúgio das agitadas e caóticas ruas da cidade e já pertenceu ao renomado estilista Yves Saint Laurent.

No Jardim tem uma grande coleção de cactos, plantas exóticas, lagoas de lótus e muito mais. Mas além disso, lá também tem o Museu Berber, com uma incrível coleção de joias e outros itens tradicionais do povo Berbere.

O Jardim Majorelle está aberto diariamente nos seguintes horários:
1º de outubro a 30 de abril: 8h às 17h30
1º de maio a 30 de setembro: 8h às 18h
Mês do Ramadan: 9h às 17h

A entrada para o jardim custa 70 dirhams e para o museu custa 30 dirhams. Estudantes com identificação pagam 30 dirhams para entrar no jardim e 25 dirhams para entrar no museu. Menores de 12 anos tem entrada gratuita.

Para mais informações, entre no site oficial do Jardim.

Medina de Marrakesh

Considerado um Patrimônio da Humanidade, a Medina de Marrakesh é um dos principais pontos turísticos de Marrocos e também um dos melhores lugares para se hospedar na cidade.

Medina é um local cercado por muros que serviam para proteger a população e a cidade, ou seja, é praticamente um centro histórico. Na medina tem tudo que você precisa, mercados locais e centros comerciais.

 medina-marrakesh

Medina de Marrakesh


Na medina de Marrakesh também tem um palácio, o Museu de Marrakesh, o mausoléu onde está enterrado o sultão Saadi Muley Ahmed Al Mansaour e a sua família, mesquitas e também algumas praças.

Dunas de Merzouga

Se você for visitar as gargantas de Todra e Dades, não deixe de conhecer as dunas de Merzouga, um dos pontos turísticos mais belos de Marrocos. As dunas ficam no começo do deserto do Saara.

 dunas merzouga

Dunas de Merzouga


Para fazer o passeio pelas dunas você pode contratar uma agência, onde um carro vai te levar até as dunas e depois você seguirá no passeio no lombo de um camelo. É possível pernoitar em uma barraca no meio deserto e assim você vai poder contemplar o anoitecer, as estrelas e o nascer do sol do deserto. Pode ter certeza que não vai se arrepender desse passeio.

Medersa Ali Ben Youssef (Madrasa)

Situada na medina de Marrakesh, era aqui que os estudantes que tinham interesse de seguir carreira política, religiosa ou voltada para o direito entravam. O local tem paredes decoradas de mármore, mosaico e madeiras.

Não era qualquer aluno que podia frequentar essa escola e ela continua muito bem conservada, sendo um ótimo lugar para ver como esses alunos viviam.

E aí, curtiu os pontos turísticos de Marrocos?


Pontos turísticos do Nepal

Um país espremido entre a Índia e a China, o Nepal só é conhecido internacionalmente por abrigar 8 das 10 maiores montanhas do mundo. Mas os pontos turísticos do Nepal não param por aí.

 pontos turísticos do Nepal

Pontos turísticos do Nepal


Desde templos na tumultuosa Kathmandu até safáris nos parques nacionais, o Nepal é cheio de atrações interessantes e pode encantar a todos. Porém se você procura conforto e luxo, esse país pode não ser o melhor destino para você.
Vamos ver os pontos turísticos do Nepal?!

Pontos turísticos do Nepal

Boudhanath

Um dos locais mais sagrados de Kathmandu, o templo Boudhanath é uma das mais conhecidas estupas budistas e foi declarado Patrimônio Mundial pela Unesco. Nos quatro lados da torre do templo estão os olhos de Buda, que te acompanham todo o tempo. A entrada custa aproximadamente 250 rúpias nepalesas.

 Boudhanath

Boudhanath

Swayambhunath

Outro templo de Kathmandu, o Swayambhunath também é conhecido como o Templo dos Macacos, já que tem vários deles lá. Para chegar no templo tem uma escadaria imensa, mas que vale a pena por causa da vista e melhor ainda se você for perto do pôr-do-sol. A entrada custa aproximadamente 200 rúpias nepalesas.

 Swayambhunath

Swayambhunath

Thamel

Thamel é um bairro de Kathmandu e provavelmente o bairro que você vai se hospedar, mas também é um dos pontos turísticos do Nepal. Afinal, andar pelas ruas caóticas, coloridas e ao mesmo tempo charmosas de Thamel é um passeio ótimo.

Em Thamel você vai encontrar tudo que qualquer viajante precisa. Se você estiver pensando em fazer um trekking, nesse bairro você vai achar várias operadoras de turismo e todo o equipamento necessário, desde roupa até drops para limpar a água da sua garrafinha.

 thamel

Ruas de Thamel


Em Thamel também é possível encontrar todos os tipos de souvenires, só não esqueça de pechinchar, mesmo que o preço pareça bom. Isso porque se você aceitar o preço que eles dão, o vendedor provavelmente vai achar que está barato e vai aumentar para o próximo. Isso também vale para os pacotes de trekking e para os passeios.

Parque Nacional Chitwan

O Parque Nacional Chitwan é considerado um Patrimônio Mundial da Humanidade e é o mais antigo parque nacional do Nepal. Esse é um dos poucos pontos turísticos do Nepal que tem toda a sua beleza bem longe das montanhas.

 parque nacional chitwan

Parque Nacional Chitwan


Esse é um parque de vida selvagem, com elefantes, crocodilos, macacos e muitas aves. Existem vários lugares para serem visitados no Parque Nacional Chitwan, como você pode ver aqui, e você pode fazer o passeio de diversas formas.

Lukla

Lukla é uma cidade bem conhecida entre os mais aventureiros, isso porque ela é a única que serve como base para as pessoas que querem encarar o Acampamento Base do Everest ou até mesmo o Everest.

Mas a aventura começa muito antes do Everest, com uma pista de apenas 527 metros e cercada por uma montanha e um despenhadeiro, o aeroporto de Lukla é considerado um dos mais perigosos do mundo e pasmem: só é possível chegar lá voando ou fazendo uma trilha pelas montanhas que dura uns 8 dias.

 lukla

Aeroporto de Lukla

Nagarkot

Se você não for tão aventureiro e não quiser encarar o aeroporto de Lukla, você pode ir até Nagarkot para apreciar o Everest. Essa cidade fica a uma hora de Kathmandu e oferece uma das melhores vistas para a cadeia do Himalaia.

Pokhara

Pokhara é uma cidade que fica no meio das montanhas, mas ao contrário de Lukla, aqui é possível chegar de ônibus em uma viagem que leva umas 7 horas, incluindo uma parada para almoço.

Essa cidade serve como base para diversos trekkings, incluindo o Poon Hill, trekking preferido pelos iniciantes e que pode levar de 3 a 5 dias de acordo com o roteiro. Além disso, Pokhara é uma cidade simpática e agradável, sendo um dos principais pontos turístico do Nepal mesmo para quem não quer fazer um trekking.

Em Pokhara existem diversas atividades, dentre elas as mais interessantes são:

Passear no lago

Você pode alugar uma bicicleta e passear em torno do lago, alugar uma canoa para remar no lago ou somente descansar em uma das espreguiçadeiras que ficam nos bares no entorno do lago;

 pokhara

Passeio de canoa em Pokhara

Assistir um cinema à céu aberto

Chamado Movie Garden, o local fica perto do lago e tem um cinema à céu aberto. Todos os dias eles passam um filme novo e a programação você pode ver na entrada do cinema ou conferindo na ver página do facebook.

Lá você pode comprar pipoca, pizza, cerveja e outros tipos de bebida para acompanhar o filme. O lugar é super aconchegante, eles oferecem cobertores e almofadas e durante o filme apenas as velas ficam acesas;

Ver o nascer do sol em Sarangkot

O tempo nem sempre ajuda a ver as montanhas mais altas de Pokhara e além do tempo tem também a poluição, que muitas vezes atrapalha a vista. Para contornar isso você pode pegar um táxi e seguir até Sarangkot para conferir o Annapurna no nascer do sol.

Existem ainda templos em Pokhara e por ter uma ótima estrutura com boas hospedagens e bons restaurantes, esse também é um ótimo lugar para quem procura descansar.

Trekkings

Os trekkings não são propriamente pontos turísticos do Nepal, mas são as atividades que mais atraem a maior parte dos turistas e eles são vários, existem trekkings mais leves, mais pesados, trekkings de 3 dias e até trekkings de mais de 20 dias.

O mais escolhido pelos iniciantes é o Poon Hill, como falei acima e o melhor jeito de fazer esse trekking é no roteiro de 5 dias, onde você vai fazer um circuito, saindo e voltando para Pokhara.

 poon hill

Nascer do sol em Poon Hill

Poon Hill é um hill da onde é possível ver a cadeia do Himalaia, incluindo o Annapurna, e a maioria das agências programam esse trekking para que você chegue lá no nascer do sol. Já no penúltimo dia do trekking, você vai ir no hot spring, que são as águas termais da região.

E aí, o que achou dos pontos turísticos do Nepal? Conta para a gente


Pontos turísticos de Madrid

A Espanha costuma estar na rota dos brasileiros que vão para a Europa e por isso saber os pontos turísticos de Madrid. Isso porque muitas vezes funciona como uma boa porta de entrada, já que os voos para a Espanha podem ser mais baratos do que para outros lugares da Europa.

 pontos turísticos de madrid

Pontos turísticos de Madrid


Para viajar para Madrid é bom se programar antes, para ter tempo para fazer tudo que você quiser. Por isso é bom já saber mais ou menos o que você quer ver e montar uma mini programação, mas cuidado para não deixar o roteiro muito amarrado. É ótimo ter tempo para descobrir os lugares!

Pontos turísticos de Madrid

Plaza Mayor

Plaza Mayor é um dos mais conhecidos pontos turísticos de Madrid e está localizada bem no centro da cidade, ou seja, você com certeza vai passar por lá durante seus passeios por Madrid.

 plaza mayor

Plaza Mayor


Em volta da praça tem muitos prédios e hotéis antigos, dando um ar bem histórico para a praça e é um ótimo lugar para fazer um lanche no final da tarde, aliás você vai ver muitas pessoas fazendo o mesmo.

Porta do Sol

Mais um dos famosos pontos turísticos de Madrid, a Porta do Sol é considerado o coração de Madrid e também é pertinho dos outros pontos turísticos, sendo o lugar ideal para começar o passeio pelo centro da cidade.

 estatua oso y madroño porta do sol

Estátua Oso y Madroño


Na Porta do Sol tem a famosa estátua do Oso y Madroño, a qual você pode ver o símbolo por toda a cidade. O local está cercado de lojas, bares, restaurantes e é um dos pontos mais agitados da cidade.

Museu do Prado

Esse é considerado o museu mais importante de Madrid, então é parada obrigatória para qualquer pessoa que for conhecer a cidade. Lá tem a maior coleção do mundo de pinturas espanholas, com quadros de Goya, Velázquez e El Greco, incluindo o famoso quadro “As Meninas”, de Velázquez.

O museu está aberto de segunda a sábado das 10h às 20h e aos domingos e feriados das 10h às 19h.
De segunda a sábado das 18h às 20h e aos domingos e feriados das 17h às 19h a entrada é gratuita para as exposições permanentes e 50% do valor para as exposições temporárias, para os demais horários os preços são os seguintes:

Adultos: €15,00
Maiores de 65 anos: €7,50
Menores de 18 anos e estudantes menores de 25 anos: gratuito

Para comprar seu ingresso online clique aqui.

Mercado de San Miguel

Conhecer Mercados é sempre algo interessante, lá você vê toda a comida típica do lugar e o Mercado de San Miguel não é algo diferente disso. É um ótimo lugar para comer uma boa comida típica e tomar um bom vinho. Além disso, lá você pode encontrar uma grande de variedades frutos do mar e comer umas tapas, lanche típico de Madrid.

 mercado san miguel

Mercado San Miguel

O Mercado de San Miguel está aberto diariamente nos seguintes horários:
Segunda a quarta-feira e domingo: das 10h às 24h
Quinta-feira a sábado: das 10h às 2h

Para mais informações, acesse o site oficial do Mercado.

Estádio Santiago Bernabéu

Quem nunca ouviu falar no Real Madrid?! Até mesmo quem não gosta de futebol já escutou falar desse time e o Estádio Santiago Bernabéu é a casa desse clube. Por isso esse é um dos principais pontos turísticos de Madrid para aqueles que são apaixonados por futebol.

Passeando pelo Estádio você pode conferir a história do clube, passar pela sala de troféus, ver o campo de perto e até mesmo sentar no banco de reservas.

 estádio santiago bernabéu

Estádio Santiago Bernabéu


O tour para maiores de 14 anos custa €24,00 e entre 5 e 14 anos custa €18,00. O horário vai depender se tem ou não jogo. Para agendar o seu tour, clique aqui.

Parque do Retiro de Madrid

Uma área verde, com dezenas de jardins, o Parque do Retiro tem até hoje uma beleza histórica e é um lugar frequentado tanto por turistas como por espanhóis para descansar e relaxar em um fim de tarde.

Dentro do Parque tem o Palácio de Cristal e você também pode dar uma volta de barco pelo lago. Além disso, existem muitos músicos, como saxofonistas e violonistas, que se apresentam pelas vias do Parque.

 palácio cristal parque do retiro

Palácio de Cristal no Parque do Retiro


O Parque do Retiro está aberto todos os dias. De novembro até maço o horário de abertura é das 6h às 22h e de abril até setembro o horário de abertura é das 6h às 00h.

Palácio Real

O Palácio Real é a residência oficial do Rei da Espanha e também é o maior palácio real da Espanha, por isso é um dos mais importantes pontos turísticos de Madrid. O palácio é gigante, com mais de mil quartos e claro que boa parte dos quartos nunca foi usada.

Por mais que essa seja a residência oficial do Rei da Espanha, a família oficial não mora mais lá, o espaço é utilizado apenas para eventos, recepções de autoridades e encontros diplomáticos.

 palácio real

Palácio Real


Na primeira quarta de todo mês, exceto janeiro agosto e setembro, é realizada às 12h a troca da guarda em frente ao Palácio Real. Para mais informações sobre a troca da guarda, clique aqui.

O Palácio abre diariamente nos seguintes horários:
Outubro a março: 10h às 18h
Abril a setembro: 10h às 20h

Tarifas:
Adultos: €11,00
Maiores de 65 anos e jovens entre 5 e 16 anos: €6,00
Menores de 5 anos: entrada gratuita

Para mais informações sobre os horários e as tarifas, entre aqui. Nesse link também é possível comprar as entradas online.

Gran Vía

A Gran Vía é a avenida mais famosa de Madrid e também a principal. A rua é imensa e melhor jeito de conhecer é caminhando, porém mesmo que você ande o dia inteiro não vai conseguir ver a avenida inteira.

Lá você vai encontrar tudo que precisa, muitas lojas de grife, restaurantes, cinemas, teatros, bares e muito mais. A Gran Vía é um local que você pode percorrer qualquer hora do dia e vai encontrar coisas interessantes para fazer e muita diversão.

E aí, o que achou sobre os pontos turísticos de Madrid?


Pontos turísticos de Berlim

Os pontos turísticos de Berlim são os locais mais visitados da Alemanha e essa é uma cidade famosa por sua história e cultura, mas muito além disso essa cidade é considerada uma das mais modernas e sofisticadas da Europa.

 pontos turísticos de berlim

Pontos turísticos de Berlim

São muitos locais interessantes para se visitar, por isso é bom se planejar para ver quais são os locais que mais chamam a sua atenção. Para te ajudar nisso, separamos os melhores pontos turísticos de Berlim, vamos ver quais são?

Pontos turísticos de Berlim

Portão de Brandemburgo

Símbolo que um dia separou Berlim em leste e oeste, o Portão de Brandemburgo hoje é significado de reunificação. O Portão foi construído entre 1788 a 1791, tendo como inspiração a entrada da Acrópole em Atenas.

Esse portão já passou por diversos cenários de guerra. Ao derrotar a Prússia na batalha de Jena, Napoleão levou a quadriga que fica em cima do Portão para Paris e depois, quando a Prússia venceu Napoleão, a quadriga voltou para o local dela.

Outro cenário importante para a história do Portão foi durante a divisão da cidade através do Muro de Berlim. Nessa época o Portão era vigiado e a Alemanha Oriental bloqueava o portão, virando símbolo de divisão.

 portao brandemburgo

Portão de Brandemburgo

O Portão de Bandemburgo fica na Pariser Platz – Mitte e você pode chegar lá de metrô, parando na estação Brandenburger Tor. Como ele fica no centro, você pode aproveitar a visita para conhecer outros pontos turísticos como a Catedral de Berlim.

Muro de Berlim

O Muro de Berlim e o seu significado é conhecido no mundo inteiro. Boa parte dele já foi derrubado, mas um pedaço dele ainda continuar lá e hoje é um dos principais pontos turísticos de Berlim.

Existem vários fragmentos do Muro de Berlim, os mais visitados são três pontos: East Side Gallery, Memorial Muro de Berlim e Topografias do Terror, vou falar do primeiro agora e em seguida dos outros dos pontos.

O East Side Gallery foi um pedaço do Muro de Berlim, que fica entre Ostbahnhof e a ponte Oberbaumbrücke. Esse pedaço tem pinturas de artistas de vários cantos do mundo que tentam retratar os acontecimentos políticos e também a dor relacionado ao Muro.

 east side gallery

East Side Gallery

Essa área tem aproximadamente 1.310 metros de extensão e por isso e por toda a pintura é considerada a mais longa galeria à céu aberto do mundo.

Para chegar no East Side Gallery você pode pegar um metrô, tram ou trem até a estação Warschauer Str. Para ver mais informações, clique aqui.

Memorial do Muro de Berlim e Centro de Documentação

Enquanto a East Side Gallery mostra um Muro pintado, aqui veremos o Muro de Berlim como ele realmente era: grande e cinzento, mostrando a barreira que ele era entre as duas Alemanhas.

O Memorial Muro de Berlim tem essa parte externa, onde fica o Muro, e uma parte interna, que é o Centro de Documentação, onde você pode ter mais detalhes sobre os acontecimentos. Lá tem fotografias, manuscritos, bilhetes e muitas outros itens da época.

 memorial muro de berlim

Memorial Muro de Berlim

O Memorial fica na rua Bernauer Str. e você pode chegar até lá de metrô, trem ou tram. Se você for de metrô, você deve descer na estação Bernauer Straße. Caso você vá de trem ou tram terá que descer na Nordbahnhof.

O Centro de Documentação está aberto das 10h às 18h, de terça a domingo. A entrada é gratuita. Mais informações no site oficial.

Topografias do Terror

Esse é mais um dos pontos turísticos de Berlim que mostra um pedaço intacto do Muro de Berlim. Ou seja, aqui você também vai ver um Muro de Berlim bem diferente de East Side Gallery.

Nessa região também tem o Museu Topografias do Terror, um local histórico que retrata os momentos terríveis vividos pelas vítimas do nazismo. Isso porque onde funciona o Museu hoje já foi a sede da Gestapo, o comando da SS e o Centro de Segurança do Reich.

O Museu Topografias do Terror conta as histórias e os crimes que foram cometidos por essas instituições durante o Terceiro Reich. Essas histórias são contadas através de fotografias, escritos e documentos.

 topografias do terror

Museu Topografias do Terror

O Museu Topografias do Terror fica na rua Niederkirchnerstraße 8 na região da Potsdamer Platz. Você pode ir de metrô e descer na estação Potsdamer Platz, se pegar a linha U2, e descer na estação Kochstrstraße/Checkpoint Charlie se pegar a linha U6. Se quiser ir de trem, basta descer na estação Potsdamer Platz.

O Museu abre diariamente das 10h às 20h, fechando apenas nos dias 24 e 31 de dezembro e 1º de janeiro. A entrada é gratuita. Para mais informações acesse o site oficial.

Checkpoint Charlie

Mais um dos pontos turísticos de Berlim relacionados ao nazismo, essa era a guarita mais importante que ficava entre os dois lados do Muro de Berlim. Assim como nas atrações acima, próximo do Checkpoint Charlie, você vai encontrar o Checkpoint Charlie Museu.

O Museu exibe fotos e documentos sobre as tentativas de fugas, contando as histórias dos casos, algumas até bem inusitadas. Além de poder ver também os aparatos que foram usados nessas tentativas, como um balão.

 checkpoint charlie

Checkpoint Charlie

O Checkpoint Charlie fica na rua Friedrichstrasse na região de Kreuzberg, bem no centro de Berlim. É possível chegar lá de metrô, pegando a linha U6 e descendo na estação Kochstr./Checkpoint Charlie.

A entrada do Checkpoint Charlie é gratuita, enquanto que a entrada do Museu tem os seguintes valores:
Adultos: €12,50
Estudantes: €9,50
Entre 7 e 18 anos: €6,50
Crianças até 6 anos: gratuito
A permissão para tirar fotos e o audioguide custam €5.

O museu abre diariamente das 9h às 22h e para mais informações, clique aqui.

Palácio do Reichstag

O Palácio de Reichstag é o prédio onde fica o parlamento alemão e é um dos pontos turísticos de Berlim mais visitados. O Palácio tem um estilo neo-renascentista e tem dimensões enormes, que acabam encantando os turistas.

Do terraço do prédio era possível ver o Muro de Berlim, o que acabou sendo a programação de muitos chefes de estado que visitavam o local. Hoje em dia, a cúpula e o terraço podem ser visitados, mas somente mediante o agendamento.

 palácio reichstag

Palácio de Reichstag

A visita é gratuita e o agendamento deve ser feito dois dias antes através desse link. Você irar agendar o dia da visita e se quer fazer uma visita guiada ou independente.

O Palácio do Reichstag fica em Platz der Republik 1 na região de Tiergarten e você pode pegar o metrô para chegar lá, basta descer na estação Bundestag.

E aí, curtiu os pontos turísticos de Berlim?!


Pontos turísticos de Amsterdã

Holanda é um país que atrai muitos turistas e os pontos turísticos de Amsterdã estão na rota da maioria dos viajantes que vão passear pela Europa. A cidade oferece cultura, belos canais, diversidade étnica e uma arquitetura impressionante.

Como a cidade recebe muitos turistas e esse número está crescendo cada vez mais, é interessante comprar os ingressos antecipadamente para evitar muitas filas e planeje bem a sua ida para Amsterdã.

 pontos turísticos de amsterdã

Pontos turísticos de Amsterdã

Para te ajudar, separamos os melhores pontos turísticos de Amsterdã, vamos ver quais são?!

Pontos turísticos de Amsterdã

Casa de Anne Frank

Esse é um dos mais famosos pontos turísticos de Amsterdã, todos que passam pela capital holandesa querem ver de perto a vida da menina judia que teve que se esconder durante a Segunda Guerra Mundial. Ela ficou famosa pela publicação do diário que escreveu durante todo o tempo que ficou escondida e acabou sendo imortalizada.

Por atrair muitos turistas, nem sempre é fácil visitar a Casa de Anne Frank, já que ela tem entrada limitada e para reduzir as filas, o museu criou um sistema de vendas online: das 9h às 15h30 só pode entrar no museu quem comprou o ingresso online e após esse horário é possível comprar no local (mas enfrentando fila, é claro).

 casa de anne frank

Casa de Anne Frank

O museu abre todos os dias nos seguintes horários:
1º de abril até 31 de outubro: 9h às 22h.
1º de novembro até 31 de março: 9h às 19h (aos sábados até as 21h)

Preço dos ingressos:
Adultos: € 9,00
10-17 anos: € 4,50
0-9 anos: gratuito

Se você optar por comprar o ticket online terá que pagar uma taxa extra de € 0,50, mas certamente vale a pena. Ao comprar o ingresso online, você irá agendar um dia e horário para a visita.

Para comprar o ingresso online e ter mais informações, clique aqui.

Canais de Amsterdã

Com quase 100 quilômetros de canais lindos e bem cuidados, é claro que esse também seria um dos pontos turísticos de Amsterdã. Visto de cima, os canais foram rios círculos concêntricos, mostrando que eles foram criados pelo homem e tiveram como intuito servir como divisão das regiões de Amsterdã e também funcionar como avenidas.

 canais de amsterda

Canais de Amsterdã

Para conhecer os canais de Amsterdã você pode fazer um passeio de barco e eles são vários, com diferentes durações e existem cruzeiros de manhã e à noite, podendo incluir também um jantar. Reservando online, você irá economizar em média € 5,00.

Vondelpark

Vondelpark é o maior parque de Amsterdã e leva esse nome em homenagem ao escritor holandês (de coração, pois viveu a vida toda na Holanda, mas nasceu na Alemanha) Joost van den Vondel. O parque também é considerado um dos mais bonitos de toda a Europa.

 vondelpark

Vondelpark

O parque tem várias atrações, como ‘t Blauwe Theehuis, a casa de chá, e o teatro a céu aberto, Openlucht Theater. Esse é um passeio para se fazer com calma e aproveitar um belo dia caminhando pelo parque.

Museu Van Gogh

Outro local muito famoso de Amsterdã, o Museu Van Gogh dispõe as obras desse pintor brilhante. Como as obras estão dispostas em ordem cronológica, é possível acompanhar toda a evolução do artista e explorar a mente e a história de Van Gogh.

 museu van gogh

Museu Van Gogh

Assim como a Casa de Anne Frank, é aconselhável comprar a entrada para o Museu Van Gogh online, assim você vai evitar perder muito tempo na fila. O museu está aberto diariamente nos seguintes horários:

Domingo a quinta-feira: 9h às 19h
Sexta-feira: 9h às 22h
Sábado: 9h às 21h

Adultos pagam € 17,00 e menores de 18 anos tem entrada gratuita. Para comprar o ingresso online e ter mais informações, acesse o site oficial do museu.

Rijksmuseum

O Rijksmuseum é o maior e mais visitado museu da Holanda e por isso é um dos principais pontos turísticos de Amsterdã. Na região do museu, Museumplein, fica o famoso “I amsterdã”, o Museu Van Gogh, o Stadelik e mais outras atrações importantes para a cidade.

O Rijksmuseum é um museu nacional dedicado à arte e história, mas a arquitetura do museu chama tanta atenção quanto as obras. A arquitetura dele é uma mistura de elementos góticos com renascentistas.

 rijksmuseum

Rijksmuseum

O museu está aberto todos os dias das 9h às 17h. Adultos pagam € 17,50 e menores de 18 anos tem entrada gratuita. Para mais informações e compra do ticket online, clique aqui.

Cervejaria Heineken

Esse é um dos locais de Amsterdã para os apaixonados por cerveja. Esse lugar é onde funcionava a antiga fábrica da Heineken e agora funciona como um espaço para saber mais sobre a cerveja e de quebra você vai poder participar de uma degustação de cerveja.

 cervejaria heineken

Cervejaria Heineken

Horário de funcionamento:
Segunda a quinta-feira: 10h30 às 19h30
Sexta-feira a domingo: 10h30 às 21h
24 e 31 de dezembro: 10h30 às 16h

Adultos pagam € 16, jovens entre 12 e 17 anos pagam € 12,50 e menores de 11 anos tem entrada gratuita. Para a compra de ingresso online, clique aqui.

Mercado Albert Cuyp

Albert Cuyp é um mercado de rua de Amsterdã em um bairro de imigrantes e é o maior mercado a céu aberto da Europa. É lá que você vai conseguir as melhores pechinchas e também os melhores produtos, afinal ele não é só frequentado por turistas, mas os holandeses também passam diariamente pelo mercado.

Lá tem muita comida de rua, com várias opções de queijos com preços bem interessantes, roupas, acessórios de frio, flores, verduras e muito mais, dá até para comprar uma bicicleta por lá. Para você ter uma noção do tanto de coisas que tem por lá, são mais de 300 barracas com as coisas mais variadas possíveis.

Ao redor do mercado existem vários pubs e restaurantes, onde você pode relaxar enquanto come alguma coisa ou toma uma cerveja.

 Mercado Albert Cuyp

Mercado Albert Cuyp

O mercado Albert Cuyp funciona de segunda a sábado, das 9h às 17h, mas esse horário pode variar durante o inverno. É fácil chegar lá de tram, basta pegar 4, 16, 24 ou 25 e descer na estação Albert Cuypmarkt.

E aí, o que achou dos pontos turísticos de Amsterdã?! Conta para a gente.


Pontos turísticos do Canadá

Cidades modernas, beleza natural, parques e mais um monte de atrações fazem parte dos pontos turísticos do Canadá. Canadá é um país que atrai a todos, mas principalmente os estudantes que buscam se aperfeiçoar no inglês.

 pontos turísticos do Canadá

Pontos turísticos do Canadá

Aqui vamos falar dos principais pontos turísticos do Canadá, mas é claro que existem muitos outros, tudo depende do tempo que for passar no país. Vale ressaltar que é interessante você escolher o local que for visitar de acordo com o clima e também com o seu gosto, já que o inverno no Norte é extremamente frio, por exemplo.

Pontos turísticos do Canadá

Parque Nacional Banff

Esse é o primeiro parque nacional criado no Canadá e fica localizado mais para o sul do Canadá, na província de Alberta. O Parque Nacional Banff tem uma beleza ímpar e foi considerado Patrimônio mundial pela UNESCO, por isso ele é um dos principais pontos turísticos do Canadá.

No parque existem cavernas, fontes termais, resorts, mirantes, museus e muito, mas muito verde. Ele pode ser visitado no ano inteiro, inclusive o inverno, quando as estações de ski estão abertas.

 parque nacional banff

Rio-Bow no Parque Nacional Banff

Para ver o mapa do parque, conhecer os principais atrativos e saber onde se hospedar e comer, entre no site oficial do parque.

Torre CN

Localizada em Toronto, a Torre CN é uma torre turística com aproximadamente 533 metros de altura, sendo a terceira maior torre de observação do mundo. Ela conta com 4 níveis de observação e claro que quanto mais alto, maior vai ser a visibilidade, podendo chegar até 160 quilômetros em dias limpos e aí dá para ver até a fronteira do Canadá com os Estados Unidos.

 torre cn

Vista da Torre CN

É possível chegar na Torre CN de metrô e de ônibus. Ela está aberta todos os dias do ano, menos no natal, das 9h às 22h30.

Valores da entrada:
Adulto: CAD$35,00
Crianças (4 a 12 anos): CAD$25,00
Maiores de 65 anos: CAD$30,00
Para ter mais informações e comprar a entrada online, clique aqui.

Cataratas do Niágara

Essa é uma das cataratas mais famosas do mundo, foi cenário até dos desenhos do pica-pau. A água lá despenca de uma altura de 57 metros e o barulho impressiona até quem está a quilômetros de distância.

 catarata niagara

Passeio de barco nas Cataratas do Niágara

É possível explorar as cataratas de vários jeitos, você pode ir até lá e apenas contemplar a beleza de um dos pontos de observação ou até mesmo ir até o mirante Skylon Tower. Se você quiser um pouco mais de aventura, pode fazer um passeio de barco ou de helicóptero pelas cataratas.

Parque Nacional Jasper

O Parque Nacional Jasper é mais um dos pontos turísticos do Canadá que envolve muita beleza natural. Esse parque é o maior parque das Montanhas Rochosas canadenses em relação à extensão do parque, já que ele uma área de 10.800 km2.

No parque tem montanhas, lagos, geleiras e desfiladeiros, mas ele também atrai os turistas pela rica fauna e flora, com animais que incluem ursos pardos, alces, cervos, cabras de montanha, castores, marmotas, lobos e carneiros selvagens.

 jasper national park

Parque Nacional Jasper

O parque está aberto durante todo o ano e como o Canadá está completando 150 anos esse ano, a entrada do parque é gratuita durante todo o ano. Para saber outros valores, como de campings e acomodações, entre aqui.

Basílica Notre Dame

Localizada em Montreal, essa basílica é um dos pontos turísticos do Canadá mais visitados por quem passeia pela cidade. Por ter vindo junto com a ordem da França e ser uma das primeiras igrejas construídas em Montreal, ela foi considerada um lugar histórico do Canadá.

É possível chegar na basílica de metrô, descendo na Place d’Armes. Ela funciona nos seguintes horários:
Segunda a sexta-feira: 8h às 16h30
Sábado: 8h às 16h
Domingo: 12h30 às 16h.

O ingresso dá direito a um tour de 20 minutos e custa:
Adultos: CAD$6
Crianças de 7 até 17 anos: CAD$4
Abaixo de 6 anos: gratuito
Para mais informações, entre no site da basílica.

Ponte Suspensa de Capilano

Que tal andar em uma ponte de 70 metros de altura e 140 metros de comprimento sobre um rio?! Essa é a Ponte Suspensa de Capilano ou a Capilano Suspension Bridge, que passa por cima de um rio do mesmo nome e em meio à uma floresta centenária.

Mas o parque vai muito além de uma ponte, são centenas de metros de trilhas na copa das árvores e muitas atrações para as crianças. O caminho é todo bem sinalizado e tem funcionários em vários pontos do parque para esclarecer as dúvidas.

 Ponte Suspensa de Capilano

Ponte Suspensa de Capilano

As entradas custam:
Adultos: CAD$39,95
Maiores de 65 anos: CAD$ 36,95
Estudantes maiores de 17 anos com identificação: CAD$ 32,95
Adolescentes entre 13 e 16 anos: CAD$ 26,95
Crianças entre 6 e 12 anos: CAD$ 13,95
Menores de 6 anos: gratuito

Os horários de abertura variam de acordo com a época do ano e são eles:
24 de novembro até 8 de janeiro: 11h às 21h
9 de janeiro até 10 de março: 9h às 17h
11 de março até 21 de abril: 9h às 18h
22 de abril até 26 de maio: 9h às 19h
27 de maio até 4 de setembro: 8h30 às 20h
5 de setembro até 9 de outubro: 9h às 18h
10 de outubro até 23 de novembro: 9h às 17h

Para mais informações e para comprar os tickets online visite o site oficial do parque.

Museu da Guerra Canadense

O Museu da Guerra Canadenses conta com uma vasta coleção dos equipamentos de guerra canadense, que inclui os objetos utilizados pelos exércitos franceses e ingleses na disputa pelo território canadense e também os equipamentos utilizados na Revolução Americana. Isso tudo além dos tanques utilizados durante a Segunda Guerra Mundial.

O museu fica em Ottawa, é um dos principais pontos turísticos do Canadá e lá você pode ver praticamente uma linha do tempo sobre as guerras onde o Canadá se envolveu, mostrando também a dor e o sofrimento da população durante as guerras.

Entre os dias 6 de setembro e o dia 31 de março os horários de funcionamento são os seguintes:
Segunda a quarta-feira: 9h30 às 17h
Quinta-feira: 9h30 às 8h
Sexta-feira a sábado: 9h30 às 17h

Para os horários nos demais dias do ano, consulte o site oficial do museu, já que eles podem mudar de acordo com a estação do ano.

Os valores dos tickets são:
Adultos: CAD$15,00
Acima de 65 anos: CAD$13,00
Estudantes com identificação: CAD$11,00
Crianças (3 a 12 anos): CAD$9,00

É possível comprar os tickets online.

E aí, curtiu os pontos turísticos do Canadá?